Tag Archives: review

Game of Thrones: Podcast Review – Episódio 06 ‘The Laws of Gods and Men’

15 maio

Ma Oe!

Vejam só! Conseguimos lançar o podcast com antecedência, que loucura! Se continuar assim, a Mila finalmente vai realizar seu sonho de se chamar Stark, e eu vou conseguir retomar Winterfell!

Uma das coisas que nos animou a agilizar o review foi o episódio em si. “The Laws of YES GAWD Gods and Men” foi um VRÁ na cara da sociedade depois do tédio das últimas duas semanas, e nos deu esperança de mais emoção na espera pelo tradicional episódio 09.

Tio Stannis e Dor Davos nem se emocionaram com o Titã de Braavos, mas a gente adorou!

Tio Stannis e Sor Davos nem se emocionaram com o Titã de Braavos, mas a gente adorou!

Tivemos um gostinho de Braavos, e rolou toda uma identificação com o Stannis e o Sor Davos, porque né… Quem nunca foi AOMILHADO e passou vexame no banco? Mas veja pelo lado bom: ao menos seu gerente não é o Mycroft Holmes.

Mycroft resumindo o que se negocia no banco.

Mycroft resumindo o que se negocia no banco.

Gente, pelo visto a Yara/Asha deu a volta no continente inteiro pra chegar no Forte do Pavor, onde teve séquisso hardcore, briga de machado e banho.

Pancadaria honesta e para todos.

Pancadaria honesta e para todos.

Do outro lado do mar, em Meereen, rolou churrasco surpresa de bode, e a Daenerys tá aprendendo que ser a Rainha dos Índios significa aturar a pobrada e gente pidona.

Acordar depois do meio-dia morrendo de fome. Somos todos Drogon.

E em Porto Real o climão estava pesadíssimo, com recalque e mentiras voando por todos os lados. Isso preparou o terreno para o que foi simplesmente o MELHOR. MONÓLOGO. DA. SÉRIE. TYRION FUCKING LANNISTER FTW!

Varys e Oberyn refletindo sobre como sentar nessa cadeira escrota sem cortar a bunda.

Varys e Oberyn refletindo sobre como sentar nessa cadeira escrota sem cortar a bunda.

A lion still has claws... and mine are long, and sharp, my lord... as long and sharp as yours... Bitch.

A lion still has claws… and mine are long, and sharp, my lord… as long and sharp as yours… Bitch.

Como eu prometi, antes do Podcast vou deixar aqui o vídeo que eu menciono no áudio. Entre 1 minuto e 53 segundos e 2 minutos e 14, vocês vão ter uma experiência transcendental. Eu nunca mais fui a mesma depois disso.

E agora que eu alterei o curso da vida de vocês pra sempre, segue o Podcast de Review!

Lembrando sempre que vocês podem ouvir na nossa épica playlist no Grooveshark!

O Jaime bem que tentou, mas a zuera não tem limite. Foto da pagina do R'lhor Bolado.

O Jaime bem que tentou safar, mas a zuera não tem limite. Foto da pagina do R’lhor Bolado.

Até semana que vem!

Nick

AVISO: A Mila e a Nick falam muito palavrão, e EXIGEM JULGAMENTO POR COMBATE!

Game of Thrones: Podcast Review – Episódio 05 ‘First of His Name’

11 maio

Oi, gente bonita!

Nós voltamos! E o Fantasma também!

Nós voltamos! E o Fantasma também!

Antes que falem, sim, eu sei que furamos o podcast semana passada e esse aqui tá em cima do lance, pra variar. Sentimos muito, mas é que A VIDA aconteceu e aí fica difícil manter o esquema do podcast sem contratempos.

A Mila, eu e a Briennão não somos obrigadas...

A Mila, eu e a Briennão não somos obrigadas…

O que importa é que continuaremos resenhando a temporada enquanto for possível. Então tenham fé na Bastarda Stark e na Rainha do Norte!

Como forma de compensar pela derrapada da semana anterior, trazemos uma oferenda: o roteiro que a Mila e eu fizemos para o podcast que acabou não indo ao ar. Pra vocês verem que a gente planejou gravar, mas né…

EU juro que a gente tentou, mas...

Nós e a Arya bem que tentamos, mas…

Toda semana, antes de gravar, nós separamos as cenas por local e/ou personagens, e listamos tópicos pra comentar. Agora vocês têm uma ideia de como começa a função.

Contemplem o making of do Podcast!

Episodio 04 – Oathkeeper

Meereen

– Porco Nudo aprendendo a fala a língua comum

– Insurreição em uma cena

– Corrigindo injustiça com justiça

– Kd dragões?

Porto Real

– Vó Olenna overshares and I love it all!

– Mr. Pounce

– Morning after (Jaime & Cersei)

– Chegou o Natal pro Briennão

– Kd Oberyn e Ellaria???

A caminho do Ninho da Águia

– Trip with Little Finger

The Wall & Beyond

– Janos Slynt destilando veneno e achando que está em Porto Real

– O que o Locke tá fazendo na patrulha da Noite?

– Challenge Accepted

– Eu não lembro dessa parte na casa do Craster, wtf is happening?

– Porra, Bran!

– Então é daí que vem os bebês White Walkers?

***

Como vocês podem observar, a zuera e a grosseria começam antes mesmo da gravação!

E agora que vocês já viram nosso sketch pro episódio 04, confiram o Podcast Review do episódio 05, “First of His Name. Eu achei bem morno, bem meio de temporada. Um monte de ceninhas curtas de vários núcleos, uma revelação INSANA no Ninho da Águia, e a causaderagem final pra lá da Muralha, onde os roteiras estão cagando pros livros e fazendo o que bem querem. VAMOS ACOMPANHAR.

GOT5-Lysa-and-Littlefinger1

É TUDO CULPA DELES!

Mas gente... qual a necessidade disso?

Mas gente… qual a necessidade disso? Overkill BJS

Lembrando que vocês podem fazer o download do áudio, e também ouvir na nossa incrível playlist no Grooveshark!

Antes de ir, queria agradecer à amiga Marina e ao Louis (Luiz) por terem perguntado se continuaríamos o podcast. Eu e a Mila fazemos isso por diversão, e dá mais trabalho do que parece. Então ficamos muito felizes em saber que tem gente que ouve, gosta e quer que continue. Isso nos anima a gravar toda semana. Obrigada!

Nos vemos no episódio 06!

Nick

AVISO: A Mila e a Nick sabem combater com facas, espadas e falam muito palavrão.

Game of Thrones: Podcast Review – Episódio 03 ‘Breaker of Chains’

27 abr

Oi, gente bonita!

De novo publicando em cima do lance, mas é que tivemos problemas com a gravação (bateria de notebook arriando), então a edição atrasou. Mas seguimos firmes na nossa missão!

Sinceramente, eu acho que Breaker of Chains foi um episódio morno. No geral, mostrou as consequências da morte do Joffryto, e a treta violentíssima que está se armando lá da Muralha.

Em Porto Real teve CLIMÃO em vários sentidos.

É ASSIM que se leva alguém pra cama

É ASSIM que se leva alguém pra cama

Questão do ENEM: O que faz de um rei um bom rei??

Questão do ENEM: O que faz de um rei um bom rei??

Já em Meereen, Daario lutou e venceu não apenas o campeão da cidade, mas a resistência da Khaleesi e de todas as meninas céticas quanto à mudança do personagem.

post-41665-Daario-Naharis-Deal-With-It-gi-sSxB

Lutando pela beleza nível: PRO

Porém, um elemento impediu o episódio de ser “meh” por completo e gerou polêmica e revolta nas internê – uma cena que era pra ser de sexo selvagem, apaixonado e CONSENSUAL nos livros foi traduzida como um estupro incrivelmente perturbador.

Não. Não. Apenas não.

Não. Não. Apenas não.

E isso nos levou a alterar o esquema do Podcast dessa semana. Em vez de só comentar o episódio com nosso humor peculiar, dedicamos um bom tempo para discutir essa cena tanto em termos do que ela traz para a história, quanto do impacto de algo assim exibido em um programa com uma audiência tão grande, e que com certeza inclui uma boa parte de mulheres, que ficaram no mínimo ofendidas. Nos acompanhem no debate e deixem comentários!

Lembrando que vocês podem fazer o download, além de ouvir todos os nossos áudios na nossa sensacional playlist no Grooveshark!

No Game of Thrones BR foi publicado um artigo muito legal sobre misoginia e estupro em GoT Vale a pena ler!

Esperamos que vocês gostem! Não esqueçam de compartilhar com os amiguinhos!

Até semana que vem!

Nick

AVISO: A Mila e a Nick são boca suja, e ficaram ofendidas com o que aconteceu no septo.

Game of Thrones: Podcast Review – Episódio 02 ‘The Lion and the Rose’

20 abr

Meus Sores e minhas Damas!

Acharam que só porque é feriado não ia ter Podcast? NÃO! O post atrasou porque a gente atrasou a gravação, mas aqui estamos firmes na nossa quest de resenhar TU-TO!

Pra quem não sabe, The Lion and The Rose foi escrito pelo próprio GRR Martin. E ele mesmo declarou em entrevista  que foi meio que uma compensação pelos eventos do Casamento Vermelho, e uma demonstração de que a história não massacra apenas quem é bom – na verdade, ninguém está a salvo.

Ninguém escapa. Oberyn vai comer todos de colher.

Ninguém escapa. Oberyn vai comer todos de colher.

Ok, beleza… Mas quer saber? NUNCA que se engasgar com torta de flango vai compensar o horror, tristeza e trauma emocional que foi perder o Robbão e todo o povo lindo do núcleo Stark. Até pra morrer eles foram com mais glamour, drama e dignidade. #prontofalei.

tumblr_n41nxqJKg71qfoe0po2_500

Theão/Fedor entende meu sofrimento #SDDSRobbão

Desabafos à parte, acho que o episódio foi bem feito. Não colocaram nada que competisse com o Casamento Real, e mesmo durante essa cena a tensão foi bem trabalhada dentro de um cenário alegre, colorido e completamente diferente do último casório que nós presenciamos. Acho que no fim, pra quem não leu os livros e não sabia o que iria acontecer, a surpresa foi grande.

E descobrimos que torta de flango tem sabor de JUSTIÇA.

111793-Joffrey-dies-gif-purple-weddin-9uMy

Torta com recheio de VENDETTA.

Agora vista sua melhor roupa, traga seu presente para os noivos e nos acompanhe no nosso Podcast Review!

Lembrando que você pode fazer o download, e também ouvir todos os áudios na nossa vingativa Playlist no Grooveshark!

Azamiga desejam boa Páscoa pra todos vocês, até porque domingo é dia de Game of Thrones com muito chocolate. Mas não abusem.

Chocolate pra você também, tio Stannis. Não fica #chatiado

Stannis #chatiado tá vendo essa zuera ae

Nick

AVISO: A Mila e a Nick curtem torta de flango e palavrão.

Game of Thrones: Podcast Review – Episódio 02 com overdose da açúcar

16 abr

Lordes e Ladies juramentados ao blog!

O plano era lançar essa belezinha antes, mas só agora consegui editar. ME PROCESSEM.

Enfim, depois de assistirmos o episódio 02, “The Lion and the Rose“, eu, a Mila e as amigas Priscila e Marina gravamos um nano-podcast relâmpago muito louco pra documentar nossas impressões fresquinhas e pingando açúcar, porque rolou uma comilança violenta no dia, e como nenhuma bebe nem fuma, algum vício temos que ter, além de Game of Thrones.

Cupcakes Targaryen e ao fundo brigadeiro de morango radioativo. Dieta pra que, né??

Cupcakes Targaryen e ao fundo brigadeiro de morango radioativo. Dieta pra que, né??

É pra ser caótico, simples e direto mesmo, e queremos repetir a dose como esquenta toda semana, antes do podcast full programado pra sexta. Esperamos que vocês gostem!

Deixo aqui um beijo pra Renata “Rainha dos Índios”, que não ficou pra gravação,  e um agradecimento especial à Pri e à Marina pelos cupcakes deliciosos, por ceder a casa e a TV e por toparem gravar assim no improviso. Amizade é topar qualquer parada.

Da esquerda pra direita: a Renata, que fugiu antes da gravação, a Marina, a Mila dona do harém e a Pri! A Nick tirou a foto porque ela faz o requisito misteriosa.

Da esquerda pra direita: a Renata, que fugiu antes da gravação, a Marina, a Mila dona do harém e a Pri! A Nick tirou a foto porque ela faz o requisito misteriosa e não quis aparecer.

Beijo e aguardem que em breve tem podcast comentando o episódio todinho!

Nick

Game of Thrones: Podcast Review – Episódio 01 “Two Swords”

11 abr

Ma OE!!

3746253-0613790253-b6022

Agora o negócio ficou sério!

A quarta temporada de Game of Thrones estreou domingo passado, e junto começou a nossa nobre missão de comentar semanalmente episódio a episódio! Então vamos nessa!

Two Swords” foi bom como abertura. Deu dois golpes com aço valiriano no coração no começo (SSDS eternas Ned Stark) e um panorama interessante da situação nos Sete Reinos, na Muralha e no caminho para Mereen. A guerra acalmou um pouco e foi dada a deixa pra muitas tretas, os dragões estão crescendo e os selvágys estão se preparando pra muita causaderagem.VAMOS ACOMPANHAR.

Calma! Tá só começando!

Calma! Tá só começando!

A maior novidade dessa temporada, a princípio, é a participação do pessoal de Dorne, extremo sul de Westeros. Especialmente a família Martell, que veio com fogo, paixão e vingança pra elevar GoT de soft porn pra porn de verdade. Putaria is coming! (pun intended!)

Bora perder uma meia hora, gata

Bora perder uma meia hora, gata

Outra coisa que chamou atenção foi a mudança ABSURDA do Daario Naharis. Até onde eu sei não agradou.

Really, bitch?

Really, bitch?

SDDS maxilar forte, cabelo sedoso e cara de putão na temporada passada. Vamos ver se esse novo boy barbudinho e romântico consegue animar a Khaleesi e azamiga.

Daario antigo apenas observa essa zuera.

Daario antigo apenas observa essa zuera.

E chega de enrolação, segue o podcast de Review!

 

Se você é ryc@ e phyn@ como a Vó Ollena e atira joias pela janela, clica aqui pra baixar!

Lembrando sempre que vocês podem ouvir todos os áudios na playlist do Grooveshark. Mais deliciosa que todos os flangos nesse lugar!

10246823_10152156948376840_8638003901512630750_n

Por último, de agora em diante, vamos postar o review às sextas-feiras. Isso nos dá mais tempo para editar, e funciona como um recap do episódio anterior antes do domingo.

Beijos e até semana que vem!

Nick

AVISO: A Nick e a Mila falam muito palavrão e nunca experimentaram carne de corvo.

Ninja Assassino – o Crepúsculo das Artes Marciais

26 abr

Doctor, halp!

Será que eu to exagerando? Não sei se você tiver coragem, assista e tire suas próprias conclusões. Mas antes deixa eu contextualizar e garantir a você caro(a) leitor(a) nerd de que não vale a pena.

Primeiramente, eu fiz uma coisa que nunca se deve fazer: eu confiei na capa. Nunca faça isso. Eu sou designer, eu sei que o designer da capa pode ser melhor que o autor do livro/ diretor do filme. Então o mínimo que se deve fazer é ler a sinopse. Mesmo que você baixe da internet, melhor saber do que perder tempo com atuação ruim e falta de clímax.

Procurando a imagem eu descobri que tem o 2 dessa coisa…ohgodwhy?

Outro fator que me levou a alugar esse filme foi a citação dele em Kill Bill 2 pela B. B. Obviamente não era esse filme o qual a filha de Beatrix Kiddo se referia e sim um bem mais antigo, chamado Shogun Assassim. Mas eu ingenuamente pensei que pudesse ser um remake ou algo do gênero.

Esse é o filme citado pela B.B. – cortesia a Nick que achou o nome pra mim! ❤

No fim eu confundi os nomes.
Bem sobre o filme. Sempre desconfie de um filme sobre ninjas em que japoneses falam em inglês sem haver ocidentais por perto. Não que todo filme de ninja precise ser em japonês, mas é que o filme começa com um massacre num estabelecimento Yakuza (que parece mais uma gangue adolescente, mas whatever…), então sei lá… acho que faz sentido essas falas iniciais serem em japonês. Nem que fosse pra dar um clima.

Enfim, até mais ou menos a metade do filme – que estou assumindo que era pra ser o clímax da história – o filme segue dois personagens: Um ninja e uma pesquisadora forense.

A pesquisadora trabalha para um órgão de polícia internacional e está tentando convencer seu chefe a investigar assassinatos cometidos por clãs ninjas. Por que ela começa a investigação? Who cares? Ela é curiosa e quer provar para o mundo que ninjas existem, porque aparentemente no filme eles são seres quase míticos.

É eu sei… continuando:  ela convence o chefe descrente em 5 minutos. 5-FUCKING-MINUTOS. E logo eles estão sendo perseguidos pela corregedoria, governos, ninjas e afins (ok, isso foi só pra resumir a parte deles na história que por sinal, é muito chata e nada a ver).

Na parte do ninja, fica meio que um ciclo. O principal é a história dele durante o treinamento dentro do clã. Como se ele estivesse lembrando enquanto faz coisas aleatórias como lavar a roupa, lutar com outra ninja na lavanderia, treinar, fazer inversão numa meia cama de pregos… entre outros…

Ok, muito lenga lenga, atuação ruim e efeitos especiais com shurikens depois, os dois se encontram por motivos semi explicados (ele vai protegê-la, mas ninguém diz como ele consegue saber sobre ela já que ele se desligou do seu clã) e o filme segue por cenas de ação, luta nas sombras, sangue e mais shurikens 3Ds, além da continuação da história do ninja.

Ah! Eu mencionei que no fim da história de como ele saiu do clã o ninja cai de um prédio de sabe R’lhor quantos andares na água (e ele tem vários cortes profundos e está sangrando loucamente)?

Kill me, please!

A reta do final do filme é uma sequência de atos mal planejados e sem sentido.
ATENÇÃO PARA OS SPOILERS A SEGUIR se é que você vai assistir essa belezura

O ninja é levado até a sede do clã para ser executado pelo seu líder. (Detalhe: estavam tentando matá-lo esse tempo todo e de repente resolvem levar ele vivo pro Mestre Supreme, quem se importa né?) E, como ele estava com um localizador, a pesquisadora, o chefe dela e uma tropa de fuzileiros saídos do inferno chegam na sede do clã pra explodir a porra toda!

Não achei gif dos militares explodindo a bagaça, vou deixar isso pras fangirls. BTW o ator que faz o Raizo (ninja protagosnista) é o que tá dançando aí no meio!

Luta sangrenta com vários oponentes (de novo), luta contra rival e finalmente a vendetta! Os efeitos seriam até legais se não fosse o enredo caquento.

Descobri um tumblr do filme. Espero que as fangirls não me matem depois do review…

E por fim após uma estocada no peito da pesquisadora forense (que se chama Mika, só para constar) o Mestre do clã Ozunu (eu to colocando os nomes agora porque já avisei que tinha spoiler) faz com que Raizo (o ninja protagonista) eleve o seu cosmo e atinja o Ki lvl 7000 mais de 8000 só o Goku para fazer um FINISH HIM no Mestre maldito.

E aí ele sai do dojo em chamas com a mocinha no colo. Ela acabou de levar uma estocada no peito e a espada foi retirada, todos estão tristes… MAS ela NÃO MORREU! Por que? Por que seu coração fica do OUTRO lado! Sim! Afinal um furo no pulmão e uma hemorragia interna não matariam ela.

E a produção achando que essa era a melhor piada…

Ok, eu admito que é a melhor piada…

P.s.: Antes que ma apedrejem, quem faz o ninja Raizo é o cantor pop Jung Ji-Hoon, mais conhecido como Rain.
Foi o que eu me dei ao trabalho de pesquisar, deal with it.