Archive | Moda RSS feed for this section

Beleza na Era Heian

17 jul

Nos últimos posts eu falei bastantes sobre mulheres japonesas e seus papéis na sociedade nipônica ao longo da história. Um período que se repetiu tanto no post sobre Geishas quanto nos outros foi o período Heian, que pelo que entendi foi um espécie de Era Clássica no Japão.

A seguir são dois textos traduzidos da historiadora Kallie Szczepanski. Eu editei eles para que ficassem mais fluido e coerente com o português, os links para os textos originais estarão ao final de cada texto.

P.s.: Os riscados em vermelhos são comentário meus que eu não pude deixar de notar.

A Era Heian

A palavra Heian (“hey-ahn”) pode ser traduzida como “paz e tranquilidade”.

Foi uma espécie de era clássica tardia na história do Japão entre 794 d.C e 1185 d.C. Começou logo após o fim do período Nara, e acabou com a Guerra Genpei. Durante a Era Heian, a cultura japonesa começou a se distinguir da chinesa. Este período é conhecido pelo florescimento da poesia e da literatura no Japão.

Heian-era beauties of Japan, from an illustrated scroll of the 12th century Tale of Genji. Public domain due to age, via Wikipedia

Curiosidade: O primeiro romance do mundo, “O Conto de Genji”, foi escrito por uma nobre chamada Murasaki Shikibu durante o ápice da Era Heian.

Outra inovação da Era Heian foi o surgimento de uma nova classe de guerreiros – os samurais – que permaneceram no poder até a Restauração Meiji em 1868.

Texto Original em Inglês

O Padrão de Beleza Feminino na Era Heian

Diferentes culturas variam com relação ao padrão de beleza feminino. Algumas sociedades exaltam lábios esticados, ou tatuagens faciais, ou anéis em volta de um pescoço alongado.

No Japão da Era Heian, uma mulher bela tinha que ter um cabelo incrivelmente longo, camadas e camadas de robes de seda, e uma rotina de maquiagem intrigante.

O Cabelo da Era Heian

As mulheres da corte imperial no Japão Heian mantinham seus cabelos o mais longo possível. Usavam-no lisos e soltos (ou semi-presos) nas costas, como um tecido brilhante de madeixas negras. (chamado Kurokami)

Floor-length hair was a mark of beauty for court ladies in Heian Japan. Library of Congress Prints and Photos Collection

Este estilo começou como uma reação contra a importação da moda Chinesa, em que os cabelos eram mais curtos e presos em rabos de cavalo ou em coques.

O recorde entre as cabeludas Heian, de acordo com a tradição, era de uma mulher com 7 metros de comprimento capilar.

Beleza e Maquiagem

A típica beleza Heian requeria lábios carnudos, olhos puxados, um nariz fino e maçãs do rosto redondas.

A Noh theater mask shows the beauty standards of Heian Japan – black teeth and high painted eyebrows. ilovetypography.com at Flickr.com

As mulheres usavam pó de arroz grosso para pintar suas faces e pescoço de branco. Elas também desenhavam pequenos lábios vermelhos sobre suas linhas labiais naturais.*É dessa época a maquiagem de Geisha que conhecemos hoje!

Em uma moda que parece muito esquisita para o gosto moderno, a japonesas aristocratas desta época raspavam suas sobrancelhas e  então, pintavam novas sobrancelhas com efeito enevoado no alto da testa, próximas a linha onde começa o cabelo. *É esquisito para a gente, mas raspar as sobrancelhas era um costume comum na renascença!

Elas conseguiam este efeito ao mergulhar o polegar em pó negro, e depois borrando-os em suas testas.

Outra característica que não acharíamos nada atraente agora era o costume de dentes negros. Por esbranquiçarem a pele, os dentes em sua coloração natural pareciam amarelados.

Por isso, as mulheres da Era Heian pintavam seus dentes de preto. Dente negros supostamente eram mais atraentes que os amarelos, além de combinar com os cabelos negros.

* Eu conversei com a Lia uma vez e ela me contou que no Japão é feio mostrar os dentes, pode ser que venha daí esse costume.

Pilhas de Seda

O aspecto final da beleza da Era Heian eram as várias camadas de robes de seda.

Este estilo de vestimenta era chamado ni-hito, ou doze camadas, mas algumas mulheres da alta classe usavam até 40 camadas de seda.

Japanese court beauties like Iwai Shijaku wore up to 12 layers of silk robes, and shaved their eyebrows. Library of Congress Prints and Photos Collection

A camada mais perto do corpo era geralmente branca, às vezes vermelha. Esta peça era um robe na altura do calcanhar chamado kosode; visível apenas na linha do pescoço.

A seguir vinha o nagabakama, uma saia partida que era amarrada na cintura e lembrava calças vermelhas. Um nagabakama formal podia incluir um cortejo (???) de mais de um pé de comprimento.

A primeira camada que podia ser vista era o hitoe, um robe colorido sem estampa. Por cima deste, as mulheres usavam entre 10 e 40 camadas de robes chamadas uchigi com lindas estampas, muitas das quais eram adornadas com brocado ou pintadas com paisagens.

A camada do topo de chamava uwagi, e era feita da mais macia e bela seda. Geralmente possuía elaboradas decorações tecidas ou pintadas.

Uma peça final de seda completava o look para as classes mais altas ou ocasiões mais formais; uma espécie de avental usado na parte de trás chamado mo.

Deveria levar horas para essas nobres se aprontarem para serem vistas na corte todos os dias. Pobres das servas, que faziam uma versão simplificadas da mesma rotina antes, e depois ajudavam suas senhoras com toda a preparação necessária de uma bela japonesa da Era Heian.

Texto Original em Inglês